Prisão interior?

Padrão

As vezes a mente tenta fugir…

Deito-me à cama para dormir e sinto a mente esperneando, querendo sair. A cabeça dói na luta para mantê-la ao corpo.

Seria o corpo uma prisão? A mente prisioneira do corpo.

Ou seria a mente um refúgio do mundo real? O corpo prisioneiro do real.

Real… O que é real? O que os sentidos nos mostram?

Os sentidos que tantas vezes nos enganam…

Uma lembrança não é real?

Se aconteceu, é real…

E uma imaginação? Não pode ser tão perfeita, tão… palpável ao ponto de se tornar real?

Música… Escolho, a depender do meu estado de espírito, um artista ou um álbum. Aperto o play.

O corpo se distrai. A mente se liberta.

Retorno renovado no outro dia, muitas vezes sem lembrar onde passei a noite anterior…

Anúncios

Sua opinião...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s